Indicador mostra consumidores ainda mais otimistas em novembro

Foto: Agência Brasil

O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (INEC), medido pelo IBOPE Inteligência para a Confederação da Indústria (CNI), apresenta seu quinto aumento consecutivo, alcançando 113,6 pontos em novembro. O indicador registra aumento de 2,7% em relação a outubro e está 5,8 pontos acima da média histórica de 107,8 pontos. É o maior valor registrado desde janeiro de 2014.

Todos os componentes do INEC crescem em relação ao último mês, à exceção de compras de bens de maior valor, que mostra uma retração de meio ponto. O componente de expectativa de inflação é o que mais cresce (8,6% pontos em relação a outubro), indicando que o consumidor está otimista com relação à evolução de preços nos próximos seis meses. A expectativa em relação ao desemprego aparece em segundo lugar entre os componentes que mais cresceram, seguido de renda pessoal. Mas os consumidores ainda mostram insegurança em relação à situação financeira, cujo indicador permanece praticamente estagnado na comparação mensal.

Em relação ao mesmo período do ano passado, o INEC supera em 12,5% o valor registrado. O único componente que está abaixo do nível em que estava há doze meses é o de compras de bens de maior valor. Os demais componentes estão significativamente mais elevados, revelando um otimismo para os próximos seis meses.

Deixe uma resposta