Confiança do consumidor cresce após três meses

Foto: Agência Brasil

Após três meses, a confiança dos consumidores volta a crescer. É o que indica o INEC (Índice Nacional de Expectativa do Consumidor), medido pelo IBOPE Inteligência para a Confederação Nacional da Indústria (CNI). O levamento registra 101,6 pontos em agosto, um crescimento de 2,1% na comparação com julho.

Apesar do aumento, o índice não reverte o desempenho negativo dos três meses anteriores (queda em maio e julho e estabilidade em junho) e segue em patamar menor que o registrado no primeiro quadrimestre do ano (acima de 102 pontos). O índice é 0,4% inferior ao registrado em agosto de 2016 e está 6,2% abaixo da sua média histórica.

Veja o gráfico.

A maioria dos componentes que formam o INEC variam positivamente entre julho e agosto, contribuindo para o aumento do índice. Destaca-se o crescimento do índice de expectativa de desemprego, 7,4%, refletindo a queda do percentual de respondentes que esperam aumento do desemprego. O índice de endividamento, por sua vez, aumentou 4,7%, revelando que as famílias estão reduzindo suas dívidas.

Baixe a pesquisa completa.

Com informações do Ibope Inteligênica