As mídias online e offline se complementam

Foto: Fernando Willardino/Divulgação

Por Pedro Cherem, presidente do Sinapro/SC (Sindicado das Agências de Propaganda de Santa Catarina)

É fato que hoje passamos por um momento de transformação na comunicação e que a internet contribuiu ativamente nesse processo. Também concordo que com isso estamos divididos entre o mundo online e offline. Mas as barreiras que existem entre os dois meios estão apenas no imaginário das pessoas, uma vez que diariamente somos impactados pelas diferentes mídias ao abrir um e-mail ou apenas observar o que nos cerca no caminho de volta para casa.

Mesmo com o online ganhando cada vez mais espaço nas estratégias de marketing, ainda é fundamental investir em mídia offline. E sabe por quê? De acordo com o último levantamento divulgado pela Pesquisa Brasileira de Mídia (PBM), realizado pela SECOM em 2016, a televisão é o meio de comunicação mais utilizado pelos entrevistados para buscar informações, com quase 90%. Praticamente nove de cada dez entrevistados fizeram menção em primeiro ou segundo lugar à televisão como o veículo preferido.

As mídias offline estão presentes em todos os lugares e mesmo sem percebermos elas atuam sobre nós durante todo o dia. Nas ruas através das campanhas em outdoor e busdoor; em casa normalmente estamos com a televisão ligada; no carro é a vez do rádio passar a sua mensagem; e até mesmo nos consultório médicos, por exemplo, temos os anúncios das revistas e jornais. Toda essa diversidade ajuda a estreitar ainda mais os laços de afinidade entre o público e a marca. E, mais do que isso, tudo feito com credibilidade e com alta qualidade de conteúdo editorial, permitindo uma segmentação bem direcionada.

Com os números apresentados pela pesquisa da PBM, podemos ter uma noção de como as pessoas ainda estão muito conectadas aos modelos tradicionais de comunicação e da necessidade dos nossos clientes estarem ali. As estratégias de marketing, assim como tudo na vida, não vão durar para sempre. E como a cada dia as mudanças estão acontecendo mais rapidamente, para conseguir acompanhar é fundamental o profissional se manter atualizado sobre as tendências para potencializar a sua divulgação.

A minha dica é não ficar preso a modelos estáticos, que funcionaram muito bem em outras ações. O marketing online e o offline estão em constante evolução, assim como as empresas. O segredo está em achar a harmonia perfeita entre as inúmeras possibilidades, tudo de acordo com as reais necessidades do cliente. Mas nunca esqueça: as diferentes mídias não concorrem, elas se complementam.