Segware recebe investimento da família Neeleman

Daniel Neeleman e Luiz Bonatti - Foto: Divulgação.

Filho de um dos empresários mais bem sucedidos do mundo, Daniel Neeleman é o novo sócio da catarinense Segware, empresa de tecnologia, fabricante de softwares para monitoramento de alarmes e automação residencial. O sócio fundador, Luiz Bonatti, permanece com o controle societário da empresa que fatura em torno de R$20 milhões anuais, enquanto a holding de Neeleman, a DDN Group responde por 49% da empresa.

O investimento de Neeleman abre a possibilidade de crescimento mais acelerado da Segware no mercado brasileiro e na América Latina, onde já atuam, além de abrir caminhos na Europa e Estados Unidos. “O mercado de segurança eletrônica no Brasil é pouquíssimo explorado. Atualmente, menos de 1% da população no Brasil tem sistemas de segurança, enquanto nos EUA esse número é de 10%.”, declara Neeleman.

A empresa despertou o interesse do empresário americano na época em que ele administrava a Vigzul – empresa de monitoramento de segurança criada em 2013 por seu pai e seu tio (David e Mark Neeleman respectivamente) e vendida em 2016. “O segmento de tecnologia aplicado a segurança de empresas e pessoas tem apresentado bons resultados. A Segware reunia o binômio: Retorno e crescimento, que justificava o investimento”, explica.

A negociação entre a DDN Gorup e a Segware foi intermediada pelo advogado Luciano Moraes, adviser dos Neeleman para negócios no Brasil e na América Latina e responsável por outras cinco fusões e aquisições de empresas de tecnologia, co-relacionadas ao negócio de segurança privada.

Com informações da Acate