Programas de inovação oferecem recursos para empreendedores catarinenses

Foto: Jaqueline Noceti/Secom

O Governo de Santa Catarina, juntamente com a FAPESC (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina) lançaram nesta quarta-feira, 18, três chamadas públicas voltadas ao empreendedorismo inovador, que, juntas, somam cerca de R$ 40 milhões de investimento. “É uma ação fundamental e capilarizada que distribui oportunidades de forma justa e equilibrada a todos aqueles que possuem uma ideia inovadora e que a transforma em um negócio”, afirma o governador Raimundo Colombo.

Uma das chamadas é para o Sinapse da Inovação. Com inscrições abertas até 2 de novembro, o programa chega a 6ª edição, tendo apoiado a criação de mais de 400 startups inovadoras e gerado milhares de empregos diretos, além de 150 patentes. O programa começou em 2008, com metodologia da Fundação Certi, e tem apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). “O Sinapse da Inovação é um programa vencedor capaz de transformar vidas. Apostamos nas ideias inovadoras, e os empreendedores retribuem criando seus próprios negócios, realizando seus sonhos, gerando emprego e oportunidades aos catarinenses”, diz o presidente da FAPESC, Sergio Gargioni.

O Sinapse oferecerá R$ 60 mil para cada uma das 100 empresas selecionadas, além de bolsas de auxílio aos empreendedores por 12 meses. Participantes com nível de graduação receberão valor mensal de R$ 2,5 mil, e com mestrado, de R$ 3,5 mil. Com as bolsas, o recurso a ser disponibilizado pelo governo estadual gira em torno de R$ 10 milhões. Empreendedores de todo o estado podem inscrever suas ideias no portal do Sinapse da Inovação. O edital pode ser consultado no site da Fapesc.

Parcerias e capacitação

Além do Sinapse da Inovação, o governo do estado e a FAPESC anunciaram também uma chamada conjunta com o estado de Berlim, que disponibilizará em torno de R$ 50 mil para projetos de cooperação entre empresas catarinenses e alemãs na área de fotônica. O objetivo é o desenvolvimento de produtos, processos e sistemas inovadores.

O edital, que também está disponível no no site da Fapesc, faz parte do acordo de cooperação em pesquisa, desenvolvimento e inovação, firmado entre a fundação e o Departamento de Economia, Tecnologia e Pesquisa do Senado do Estado de Berlim, e é fruto da parceria firmada em 2014 entre a Secretaria do Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) e Berlim. Até o dia 30 de novembro, serão aceitas propostas envolvendo tecnologias ópticas avançadas, fotossensores, fibras ópticas, emissores de luz, além de seus processos de análise e fabricação.

Por fim, no evento de ontem, foram anunciados também os recursos para os programas de pós-graduação strictu sensu das instituições de Ensino Superior de Santa Catarina. Até o dia 31 de outubro os interessados podem solicitar cotas de bolsas para apoiar os projetos de seus pós-graduandos, conforme o edital disponível no site da Fapesc. A proposta deve ser submetida na Plataforma Fapesc pelo coordenador do programa de Pós-Graduação. Serão oferecidas 225 cotas de bolsas de mestrado acadêmico e 195 cotas de bolsa de doutorado, que totalizam mais de R$ 28,6 milhões.

Com informações da SECOM SC