Pesquisa IMPAR Tech: Dados revelam hábitos de consumo online dos catarinenses

Além de reunir dados para indicar as marcas de maior preferência e afinidade, a Pesquisa IMPAR, realizada pelo IBOPE Inteligência, também coleta dados sobre os hábitos de consumo online dos catarinenses. Na edição deste ano, a Pesquisa IMPAR Tech mostra que houve um crescimento no percentual de pessoas no estado que compram pela internet. Na comparação com 2017, houve um crescimento de 5,5%, pulando de 21,2% para 27,2%.

O IBOPE entrevistou um total de 910 pessoas entre mulheres e homens com idade variando entre 16 e 55 anos ou mais, de todas as classes sociais e das regiões do estado incluídas na pesquisa IMPAR (Grande Florianópolis, Foz do Itajaí, Vale do Itajaí, Extremo Sul, Região Norte e Extremo Meio Oeste).

Por sexo – Segundo a pesquisa, os consumidores homens compram mais que as mulheres pela internet em Santa Catarina.  Os homens somam 34% enquanto o percentual das mulheres ficou em 21%.

Por idade – Do total, os consumidores com idade entre 25 e 34 anos são mais compram pela internet, totalizando 39%. Já os entrevistados das faixas etárias de 16 a 24 anos e de 35 a 44 aos ficaram com o mesmo potencial, 34%.

Por classe – As classes D e E são as que menos compra online conforme a Pesquisa IMPAR Tech somando apenas 8%. Enquanto isso, 4-% dos consumidores das classes A e B responderam que sim, compram pela internet.

Por região – A Pesquisa IMPAR Tech aponta também que a região Extremo Meio Oeste é a que menos compra online. Apenas 9%. As outras cinca regiões pesquisadas alcançaram patamares semelhantes: 29%(Grande Florianópolis), 26% (Foz do Itajaí), 31% (Vale do Itajaí), 29% (Extremo Sul) e 28% (Região Norte).

Dados da pesquisa IMPAR Tech

A pesquisa IMPAR Tech também quis saber dos consumidores informações relacionados ao tipo de dispositivo que utilizam para fazer suas compras online. O IBOPE também coletou dados sobre os produtos ou serviços adquiridos com maior frequência pela internet, além das principais vantagens de comprar por canais virtuais.

Confira os dados.

Principal dispositivo utilizado para compras na internet

Smartphone: 37,5% (Em 2017: 35,2%)

Notebook: 28,4% (Em 2017: 35,8%)

Celular comum com acesso à internet: 16,8% (Em 2017: 7,5%)

Desktop: 15,1 (Em 2017: 18,9%)

Tablet/ Ipad: 1,8% (Em 2017: 0,8%)


Produtos ou serviços comprados com mais frequência na internet

Eletrônicos: 31,8% (Em 2017: 41,5%)

Roupas e acessórios: 31,5% (Em 2017: 29,7%)

Calçados: 14,4% (Em 2017: 20,3%)

Móveis e eletrodomésticos: 12,6% (Em 2017: 12,8%)

Produtos de beleza: 7,1% (Em 2017: 6,3%)

Livros: 6,7% (Em 2017: 7,1%)

Automobilísticos / peças automotivas: 4,8% (Em 2017: 5,5%)

Jogos: 2,5% (Em 2017: 1,5%)

Ferramentas: 2,4% (Em 2017: 1,7%)

Brinquedos: 2,3% (Em 2017: 4,0%)

Outros: 14,5% (Em 2017: 15,8%)


Principal vantagem de comprar pela internet

Preço baixo: 63,4% (Em 2017: 64,2%)

Comodidade (comprar de qualquer lugar): 20,6% (Em 2017: 24,9%)

Variedade (opções diversas): 4,5% (Em 2017: 3,4%)

Praticidade/ não precisa sair de casa: 3,2% (Em 2017: 1,7%)

Pesquisa de Preço (maior possibilidade de comparação de valores do mesmo produto): 2,3% (Em 2017: 0,3%)

Rapidez/ mais rápido efetuar a compra: 1,8% (Em 2017: 2,6%)

Maior acesso ao produto / pode ver / conhecer: 0,9%

Outros: 3,5% (Em 2017: 2,9%)


Deixe uma resposta