Índice Nacional da Construção Civil do IBGE varia 0,23% em agosto

Foto: Agência Brasil

O Índice Nacional da Construção Civil (SINAPI), realizado pelo IBGE, apresentou variação de 0,23% em agosto, ficando 0,35% abaixo dos 0,58% registrado em julho. O Nordeste foi a região que apresentou a maior variação mensal (0,56%.), fruto da alta nos materiais de construção em seis estados e reajustes salariais, em especial no Ceará (2,77%), decorrente da parcela da mão de obra (2,12%) e da parcela dos materiais (3,30%).

“A variação de 0,23% em agosto é justificada pelos recuos apresentados tanto na parcela de material quanto na mão de obra”, explica Augusto Oliveira, pesquisador do IBGE. No entanto, ainda segundo ele, a parcela do índice referente à mão de obra foi menor que a verificada em julho:.  “Quando comparamos agosto com o mês anterior, observamos uma diferença quantitativa do número de acordos coletivos homologados. Com isto, a parcela da mão de obra, com bastante peso no índice, não apresenta a mesma influência encontrada em julho”.

Os custos regionais, por metro quadrado foram: R$ 1.052,73 (Norte); R$ 978,98 (Nordeste); R$ 1.103,71 (Sudeste); R$ 1.098,62 (Sul) e R$ 1.058,04 (Centro-Oeste). Na região Sul, Santa Catarina teve os índices mais altos, em comparação com os vizinhos Paraná e Rio Grande do Sul.

Veja tabela (considerando a desoneração da folha de pagamento de empresas do setor da construção civil).

Custos médios Números Índices Variações percentuais
R$/m2 Jun/94=100 Mensal No ano 12 meses
SUL 1.098,62 525,37 0,10 2,89 6,17
Paraná 1.074,71 514,01 -0,21 1,69 6,23
Santa Catarina 1.188,55 643,85 0,42 4,88 6,56
Rio Grande do Sul 1.052,09 477,64 0,27 2,88 5,67

 

Veja dados completos no site do IBGE.

Com informações do IBGE